(47) 3085-9092 / (47) 99616-9192 [email protected]

Antes de definir o tratamento, é importante classificar as cicatrizes de acne.

Podemos classificar as cicatrizes de acne principalmente em 3 grupos: elevadas, distróficas e rebaixadas.

Cicatrizes Elevadas

As cicatrizes elevadas fazem uma saliência sobre a superfície da pele. Quando limitam a área da cicatriz, são chamadas de hipertróficas e, quando vão além dessa área, são chamadas de quelóides. Os quelóides ocorrem especialmente em pessoas com predisposição genética e estão localizados principalmente no tórax e dorso.

Cicatrizes Distróficas

São as cicatrizes com bordas irregulares, fundo branco e deprimido.

Cicatrizes Deprimidas

Também conhecidas como cicatrizes atróficas. São depressões na pele que podem ser classificadas como distensíveis e não distensíveis. Nas distensíveis, as cicatrizes desaparecem quando se estica a pele. Nas não distensíveis, essa melhora não ocorre.

De acordo com o tipo de cicatriz de acne, optamos pelo melhor tratamento. Um paciente pode ter vários tipos de cicatrizes de acne, sendo necessário associar várias modalidades de tratamento.

Inicialmente, é prescrito tratamentos tópicos para preparar a pele e obter melhor resposta ao tratamento. Cremes contendo na sua formulação alguns ácidos irão afinar a pele e ajudar no processo de cicatrização. Clareadores podem ser associados para evitar manchas no pós procedimento. O uso regular do filtro solar é indispensável.

Para as cicatrizes elevadas, é possível realizar lasers fracionado ablativo ou não ablativo, microagulhamento e peelings. Cuidado especial deve ser tomado naqueles pacientes com quelóide. Nesses casos, muitas vezes a opção é fazer infiltração de corticóide nessas cicatrizes.

Nas cicatrizes deprimidas, inicialmente é importante avaliar se são distensíveis. Nesses casos, a subcisão é uma boa opção. A subcisão é o levantamento da retração da pele com uma agulha. Para as cicatrizes deprimidas não distensíveis e distróficas, laser fracionado ablativo, peelings e microagulhamento são ótimas opções.

O preenchimento com ácido hialurônico, hidroxiapatita de cálcio e bioestimuladores entram nas opções de procedimentos para a melhora da textura da pele e correção das cicatrizes deprimidas.

De acordo com um estudo apresentado na Academia Americana de Dermatologia de 2021, a subcisão, os peelings químicos médios e profundos, os lasers fracionados ablativos e não ablativos ofereceram os melhores resultados para cicatrizes de acne. Os pesquisadores realizaram uma meta-análise de 48 estudos relacionados a tratamentos para cicatrizes de acne.

A subcisão apresentou melhora na aparência da cicatriz da acne de 61%, seguida por peelings químicos médios a profundos em 53% e lasers ablativos em 50%.

Qual o melhor tratamento?

O tratamento das cicatrizes de acne deve individualizado para cada paciente. Baseado nas características da sua pele, cicatrizes de acne e de acordo com a sua rotina. O tratamento envolve uma boa avaliação dermatológica, uso regular das medicações tópicas e podemos optar por um procedimento ou pela associação de tratamentos. Muitas vezes são necessárias mais do que uma sessão para chegar ao resultado desejado.

Com o avanço das tecnologias, o tratamento das cicatrizes de acne é cada vez mais eficaz. E, além de tratar as cicatrizes, os tratamentos promovem o rejuvenescimento da pele.

Olá