(47) 3085-9092 / (47) 99616-9192 [email protected]

Alopecia Fibrosante Frontal

Caracteriza-se pela perda dos cabelos na linha de implantação da testa, dando a impressão que ela está ficando maior. Além disso, as sobrancelhas ficam “ralas” e o rosto com pequenas bolinhas que lembram um “grosseirão”. Pode também ocorrer manchas na face e a redução de pelos em outros locais do corpo.

Causas:

Não se sabe ao certo a causa. Acredita-se que vários fatores estejam envolvidos, como doenças auto-imunes, predisposição genética, alterações hormonais e ambientais.

Além da queda de cabelos, é comum o paciente apresentar dor, coceira, sensibilidade, vermelhidão e “bolinhas” avermelhadas na linha de implantação dos cabelos. Essas “bolinhas” também podem ocorrer na face, nas sobrancelhas e nos braços.

A queda de cabelos ocorre por uma inflamação que atinge o folículo piloso e leva a destruição – alopecia cicatricial. É considerada uma variante do líquen plano pilar.

Essa doença ocorre principalmente em mulheres pós menopausa, especialmente quando esta foi precoce. Questiona-se a relação com o uso de cosméticos, principalmente o filtro solar.

Como é uma queda de cabelos cicatricial, o diagnóstico e o tratamento devem ser precoces.

Diagnóstico:

Clínico, através da anamnese e exame dermatológico, incluindo dermatoscopia. Em muitos casos, se faz necessário a realização de biópsia do couro cabeludo e solicitação de exames laboratoriais para descartar outras doenças associadas.

Tratamento:

Irá depender do grau de acometimento e da evolução da doença.

  • Tratamento tópico: minoxidil, corticosteróides tópicos, tacrolimus e pimecrolimus.
  • Infiltração intralesional de corticosteróides.
  • Tratamento oral: corticosteróides orais, hidroxicloroquina, doxiciclina, finasterida, dutasterida e imunossupressores.

Telefones

(47) 3085-9092 /(47) 99616-9192

Horário de Atendimento

Segunda à Sexta: 08:00 às 20:00 horas

Copyright © 2021 - Viesi Dermatologia - Todos os direitos reservados
Olá